Especial Séries 2010 – A Oitava Temporada de Two and a Half Men

23/09/2010 às 3:58 am | Publicado em Séries, TV, Vídeo | 1 Comentário
Tags: , ,

Mais um post dedicado às estreias deste segundo semestre. Dessa vez, falando da super popular Two and a Half Men, considerada no ano passado, a comédia mais bem sucedida da TV americana. (pessoal, a maioria dos vídeos não está disponível apar ser visto fora do youtube. abram numa outra guia/aba e assistam. Valem a pena)

Pra quem não sabe, Two and a Half Men trata da relação entre Charlie Harper, seu irmão Alan e seu sobrinho Jake. Charlie vivia muito bem em sua casa luxuosa, compondo jingles para pagar as contas e dormindo com uma mulher (ou mais, muito mais) por noite, quando Alan aparece pedindo abrigo, pois tomou um pé na bunda da sua mulher, Judith. Claro que no pacote, vem o pequeno Jake (Pequeno na primeira Temporada. Na oitava ele está grande, magro e pegador, Not Like His Dad), um garoto que é a cara da criança/adolescente americano esteriotipado. Ao longo das oito temporadas, o trio enfrenta todos os percalços dessa relação a três, sem contar, é claro, com os bônus que vêm com a mãe dos dois senhores, a ex-esposa Judith, a empregada Berta, a louca amável Rose e todas as mulheres que caíram na lábia dos três (95% delas, cairam na lábia do Charlie, 4%, na do Jake e o 1% restante estava bêbado ou entediado o suficiente para dormir com o Alan).

A verdade, é que a dinâmica da série não mudou absolutamente nada, ao longo de todas essas temporadas. E talvez este seja o segredo do sucesso. Charlie sempre foi sem-vergonha e alcoólatra (mesmo quando tentou ser fiel, ou achou que havia parado de beber), e sempre tira o máximo de sarro do irmão mais novo. Alan sempre foi o perdedor, pobre, corretinho e pega-ninguém da família. As maiores mudanças estão por conta do Jake, que obviamente cresceu ao longo dos anos, o que proporcionou ao público acompanhar as tendências do garoto em relação aos interesses, muito parecidos com os de seu tio Charlie (quando criança era tudo sobre TV, comida, Video-game, comida, perguntas indiscretas e comida. Hoje Jake se resume a Comida, sexo, comida, sexo, às vezes bebida, às vezes carros e sexo… E comida).

As contribuições do elenco de apoio, muitas vezes salvam os episódios. Rose, Berta e Evelyn roubam a cena toda vez que aparecem ( e se estão juntas, fazem você pensar que mereciam uma série só pra elas). Mas o sucesso da série se deve, essencialmente, ao excelente roteiro com tiradas inteligentes, diálogos memoráveis e uma criatividade que sempre surpreende o público. Você dificilmente adivinha qual será a fala seguinte, por mais fã que seja. Charlie, Alan e Jake sempre te surpreendem (ao menos no repertório de piadas e ironias).

A Oitava temporada chega á TV após rumores de que o fim estaria próximo, devido a confusões judiciais enfrentadas por Charlie Sheen, que faz o papel principal, de mesmo nome. Mas, apesar da dinâmica repetida, está firme e forte, ainda mais engraçado e surpreendente. Agora, por exemplo, Jake está muito próximo de se tornar o novo Charlie. Mas se eu contar, vai ser um belo Spoiler. A verdade, entertanto, é que chega um momento em que o melhor é encerrar, de preferência enquanto o público ainda está super interessado no produto. Saber o momento de parar é o segredo para se tornar um clássico. Friends que o diga.

Muita gente tem preguicinha de acompanhar uma série desde o começo, quando ela já está numa temporada tão avançada. Pois Two and a half Men não precisa ser visto desde o comecinho pra ser entendido. Você só precisa ler esse artigo, baixar o episódio da nova temporada e aproveitar. Difícil mesmo vai ser não querer ver o que veio antes, quando você estiver completamente viciado nas desventuras desses três, que ainda vão dar muito pano pra manga.

Anúncios


Entries e comentários feeds.